Related Posts with Thumbnails

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

A rua é minha área de trabalho

Há por parte de muitos motoristas um preconceito com o motociclista, principalmente com o motoboy. A palavra motoboy é um estrangeirismo. O boy sempre foi conhecido como o “menino ou garoto da entrega”, mas com a ajuda da moto, as entregas passaram a ser sobre duas rodas. O risco para esse profissional é iminente. Tem ele um prazo para as entregas, uma rota para fazer, clientes para atender.

Com 10 anos de experiência, na região de Florianópolis, Jonas Rodrigo Fernando, de 31 anos de idade, casado e pai, é motoboy. Há um ano está na empresa Marmita Express, mas para completar a renda da família ele trabalha no período noturno como vigilante. Em conversa com nossa equipe do Mosaicos de Rua, Jonas relatou fatos da profissão e um trauma: o acidente que o deixou um ano parado. Confira o áudio:

Nenhum comentário:

  © Blogger template Ramadhan Al-Mubarak by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP